Suporte

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Segurança Digital: como os antivírus funcionam?



Os bandidos virtuais usam tudo que podem para conseguir realizar roubos virtuais – o objetivo é claro: eles querem o seu dinheiro.  Os programas antivírus são apenas uma das maneiras de tentar equilibrar o jogo a favor do usuário. E nessa briga, vale até mesmo antivírus gratuito. JR Smith, CEO da AVG, é quem explica essa realidade do mercado.
"Todos merecem estar protegidos. Então, os fundadores da empresa decidiram, em 2001, liberar uma versão gratuita. Em 2006, várias marcas resolveram seguir esse modelo e os antivírus gratuitos começaram a se espalhar".
Qual a diferença entre o software gratuito e o pago? A base do antivírus é a mesma nas duas versões. O que varia é a quantidade de camadas de proteção entre o pago e o gratuito. Os novos antivírus pagos têm proteção contra spyware, antispam, firewall próprio e mecanismo de buscas seguras. Já os gratuitos têm menos barreiras de proteção – eles fazem apenas a detecção de vírus.
JR diz que, há alguns anos, as empresas até poderiam beneficiar os pagos e fazer o update dessas versões primeiro. Mas agora, com a computação em nuvem, isso não importa mais. "Todos são atualizados o tempo inteiro, tanto a versão paga quanto a gratuita. Além disso, os nossos usuários que estão espalhados pelo mundo enviam, o tempo todo, informações que são suspeitas em suas regiões. São 1 bilhão e meio de pedaços de informações a cada dia, avaliadas por nós", diz.
O antivírus funciona – ou funcionava – assim: quando uma praga era detectada, os "caçadores de vírus" pegavam uma amostra desse malware e produziam uma vacina. Essa vacina era disponibilizada no pacote de atualização do antivírus, e baixada para o computador do usuário de tempo em tempo. Mas, como as pragas estão cada vez mais elaboradas, e são produzidas em maior quantidade e velocidade, o processo teve que mudar. Atualmente, as amostras importam menos que os comportamentos suspeitos.


Para ver o texto completo Acesse OLHAR DIGITAL

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Corsa Sedan Mal Educado

Corsa Sedan Mal Educado
Clique para Baixar